Está a pensar em abrir um negócio? Criar uma Empresa? Teve uma ideia que pode fazer a diferença no mercado? Uma grande parte do sucesso que pode obter pode estar no plano de negócios!

O Plano de Negócios, ou Projecto de Investimento, é uma ferramenta que apresenta o seu projecto, a sua estratégia e faz a previsão da sua potencial Empresa. Este documento é muito útil na hora de apresentar a sua ideia a potenciais parceiros, investidores e financiadores. Existem vários tipos de Planos de Negócios, onde se destacam o Plano Inicial (Startup Plan) e o Plano de Crescimento/Expansão.

Qual é a importância de um Plano de Negócios?
É uma ferramenta essencial por diversos motivos, onde destacamos os seguintes

  • É um processo de validação de uma ideia de negócio, permitindo ao empreendedor obter elementos para tomada de decisão se deve ou não avançar com um novo projecto.
  • É um instrumento de diminuição de riscos. Ao elaborar este documento, o empreendedor estuda a viabilidade do seu potencial negócio, avalia as possíveis ameaças e desafios, analisa o mercado e os potenciais clientes, evita esforços em vão, investimentos improdutivos e gastos desnecessários.
  • É um documento essencial para a negociação e obtenção de recursos financeiros e humanos.
  • Permite ao empreendedor refletir sobre si mesmo e sobre o seu negócio. Depois de elaborado, indica novos caminhos a percorrer, mesmo que um deles seja desistir, reformular o projecto (bastante comum) ou a formulação de uma nova ideia.
  • É um meio de comunicação entre o empreendedor e a sua equipa, pois as informações inscritas no documento (tais como objectivos, missão, valores, metas, estratégias) vão guiar toda a equipa e mantê-los unidos.
  • É uma ferramenta de apoio à gestão. Sempre que se torne necessário, deverá ser ajustado e revisto, pois os negócios são dinâmicos e apresentam novas exigências, um grande erro é tornar o plano como algo imutável e a a ser seguido religiosamente.

Uma possível estrutura base de um Plano de Negócios, ou Projecto de Investimento, como sugere o IAPMEI, engloba os seguintes pontos:
– Sumário Executivo
– Apresentação do criador e do projeto
– Contextualização do mercado e da envolvente externa
– Definição de metas e objetivos
– Estratégia comercial
– Estrutura da empresa
– Elaboração de previsões financeiras
– Controlo e gestão do negócio
– Investimento necessário
– Documentação e outra informação relevante

Contate-nos para obter mais informações

Partilhar